11 de agosto de 2017

o sapatinho foi à rua # 434

Este foi o look que escolhi para abraçar o meu primeiro dia de férias.
As palavras de ordem são muita descontração, poucas regras, espírito positivo, máximo conforto e zero rotinas.
Apetece usar muita cor em todos os pormenores, da cabeça aos pés!
Apetece ouvir música e apetece correr para a água.
A Ippon vem sempre atrás, com muitas lambidelas, saltos e abanões de cauda!
Declaro aberta a época das férias!!








9 de agosto de 2017

spots giros # 10

Não fiquem com dor de cotovelo, mas, ontem, fui ao Coffeebreak com o maridão e o filhote.
Sim. 
É a mais pura das verdades. 
Fui lá e fiquei rendida.
E tenho a certeza absoluta de que vocês também vão ficar.
Palavra de sapatinho!
O Coffeebreak é uma cafetaria deslumbrante que fica na Rua Mário Sacramento, em Aveiro, muito pertinho das novas instalações da escola de línguas Feedback Institute.
Na realidade, o Coffeebreak não é apenas uma cafettaria qualquer e percebemos isso mal enfiamos lá os pés.
O Coffeebreak é uma pausa no nosso dia-a-dia agitado.
É uma pausa entre o corrupio de deixar as crianças na escola, correr para o banco, enfiarmo-nos na segurança social e encafuarmo-nos no escritório o dia todo, Ufa! Mil vezes Ufa!
Depois, é precisamente nessa altura que o Coffeebreak entra nas nossas vidas.
É um pedacinho do céu que está aqui à nossa espera com tudo o que o mundo tem de melhor: simpatia, simplicidade, originalidade, paz, tranquilidade, tempo, imenso tempo para nós próprios e, melhor!, imensas iguarias de comer e chorar por mais.
Mal entramos, assistimos a um desfilar de cafés vaidosos, cappucinos arrogantes, chocolates quentes deliciosos e uma verdadeira panóplia de infusões e chás.
Também há pasteis de nata, muffins e waffles, sim senhor.
E há sopa do dia, saladas, tostas especiais, com pão rústico, hambúrgueres, bifanas, pães recheados ao forno, preparadinhos na hora, enfim, tudo isto quando não temos vagar para dar um pulo até casa, mas precisamos urgentemente de forrar o estômago, o quanto antes.
Para os mais preocupados com a linha, temos o valente Yogobreak's, original by Coffeebreak, um iogurte grego natural muito musculado, com corn flakes, arroz tufado, chocolate, aveia, fruta, frutos secos, chocolate em pó e canela, uma dica preciosa da nutricionista Dinora Bastos.
Há ainda os batidos e os sumos naturais que nos dão energia pelo dia fora.
Finalmente, after work, vêm as bebidas espirituosas, que nos ajudam a relaxar depois de um dia daqueles que não desejamos a ninguém.
Convencidos?
Não se façam de rogados.
Venham até ao Coffeebreak e não se esqueçam de deixar uma mensagem especial no caderninho que está à vossa espera em cada mesinha.












Sabe bem sentirmo-nos em casa!

8 de agosto de 2017

o sapatinho foi à rua # 433

Hoje, apeteceu-me mergulhar em tons de azul, uma cor que vai perdurar até ao Inverno, acreditem.
Os desfiles da próxima estação encheram-se de azul, uma cor que eu adoro e que associo sempre às gangas e ao pragmatismo.
Comprei esta t-shirt linda no Mercado Coletivo, em Aveiro, em segunda-mão, por 2,5 sapatinhos.
Surpreendentemente, o modelo da t-shirt é masculino.
Cada vez mais, adoro o corte masculino.
Conheci o encanto do Mercado Coletivo através da minha amiga Lia e apaixonei-me.
Adoro o ambiente, as pessoas, as pechinchas e os achados incríveis.
Adoro a minha t-shirt, embora a Lia diga que tem o padrão de um sofá.
Provavelmente, a Lia tem razão.
Adoro padrões de sofás!! 

 




7 de agosto de 2017

o sapatinho foi à rua # 432

Hoje, o tempo fez má cara e cruzou os braços.
O sol amuou e escondeu-se por entre as nuvens e eu contra-ataquei com este jumpsuit florido e esta camisola perfurada em lã fria.
A novidade?
Finalmente, passados meses de sofrimento indescritível, consegui fazer um puxo em condições, sem ganchos a auxiliar um apanhado perfeito.
Adoro este penteado tão prático e não me apetece soltar o cabelo nunca.
Vivam os puxos! 







6 de agosto de 2017

meio gás

Embora estejamos em pleno verão, começo a sentir saudades de uma camisola mais consistente, que aqueça um pouco, mas sem exageros.
Esta camisola sweat curta, da H&M, por 9,99 é perfeita para um final de dia com muito vento e muito conforto.
Amo!

5 de agosto de 2017

spots giros # 9

Abriu um novo espaço em Aveiro.
É um espaço brigadeiro gourmet que dá vontade de ficar e provar um pouco de tudo. 
Quando digo "tudo", refiro-me à grande variedade de brigadeiros, com diferentes sabores e texturas, às conservas Minerva, aos salgados deliciosos, aos chás, às cevadas e aos cafés.
Muito bem localizado, o Brigs situa-se no Fórum Aveiro, junto ao parque infantil, e usufrui de uma vista fenomenal para a magnífica ria e para os moliceiros garridos e espampanantes que vagueiam pelas suas águas. 
Mas o Brigs não é apenas mais uma cara bonita em Aveiro.
O Brigs tem uma história associada.
O Brigs nasceu da união entre duas nações que brindam aos marcos culinários com os quais se identificam: o brigadeiro e as conservas.  
Este spot singular pretende ser um hino à lusitanidade e à brasilidade, reinventando as receitas tradicionais do brigadeiro comum, com  o que de melhor se faz no nosso país à beira-mar plantado.
Portugal e o Brasil partilham um passado único cujo denominador comum é a troca de sabores. 
À mesa, portugueses e brasileiros encontram-se através do paladar e criam relações únicas.
Os aromas e a história de Aveiro ganham vida com receitas exclusivas de brigadeiros que levam os ingredientes típicos da nossa cidade, como a flor de sal e os ovos moles.
Diretamente da lata para o prato, também as conservas deixam a aborrecida despensa para ocuparem um lugar central, à mesa do Brigs.
 O cantinho-lindo da minha querida amiga Flávia é assim!
Venham conhecer!
Experimentei o brigadeiro de amendoim, de flor de sal e o trufado.
Amei todos!
Ficaram por experimentar o tradicional, pastel de nata, ovos moles, morango e nutela, lima, leite creme, coco, caramelizado, café e banana e canela.
Pelos vistos, vamos ver-nos mais vezes, Brigs!

Aceitam-se encomendas online AQUI!
As encomendas podem ser levantadas no quiosque ou podem ser entregues ao domicílio nos concelhos de Aveiro, Ílhavo, Albergaria e Vagos.

3 de agosto de 2017

o sapatinho foi à rua # 431

Os looks de verão têm sido um pouco mais frescos e dá vontade de abusar dos brancos e dos metalizados.
Nunca descuro os lenços.
Aliás, qualquer sítio é sítio para usar um lenço e ficar bem.
Ontem, depois das aulas, fui com as minhas alunas à Casa do Chá, Casa Museu Arte Nova, em Aveiro, e levámos os filhotes connosco.
Houve chá, ah!, pois houve - elephant blend - e houve bolo brigadeiro, claro!
O objetivo era descontrair e continuar a praticar um pouco de Inglês num ambiente mais relaxado.
No entanto, perdemo-nos a falar da história de Aveiro, da sua arquitetura e um pouco da política portuguesa, em geral, comparativamente à brasileira.
A companhia foi incrível.
Obrigada.










A Andrea, eu, a Márcia e a filhota Miriam.

A espuma-do-meu-café que eu amo-de-paixão, o fotógrafo oficial do Moda no Sapatinho.



Definitivamente e sem falsas modéstias, uma das casas mais bonitas de Aveiro e do mundo!

Este mês de agosto vou andar um pouco mais desaparecida.
Vamos enfiar os pés nos chinelos, deixar de usar relógio, meter-nos nas praias e nas esplanadas, besuntar-nos de protetor solar, ler muitas revistas e livros e perder-nos por aí.
Até breve!